segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Prateleiras – Agulhas Negras - Itatiaia – RJ

Nossa viagem de setembro/2014, passava pela expectativa de conseguirmos uma janela boa de tempo para fazer o cume das Prateleiras. E não é que tudo se encaixou perfeitamente! Nosso amigo Reginaldo, idealizador e presidente da ONG Anjos da Montanha, nos recebeu em sua casa em Engenheiro Passos, onde estacionamos nossa Camper.

No dia seguinte, fomos ao encontro do guia Levy, que nos encaixou no seu grupo de turistas alemães. Subimos de carro até a entrada do parque. Ali cumprimos as rotinas de cadastro do grupo, fizemos as apresentações, mochilas nas costas e pé na trilha. O PNI é o 1º Parque Nacional do Brasil. Sua criação data de 1937. Os valores para acesso são de R$ 25,00 para estrangeiros e R$ 12,50 para brasileiros. O pernoite no abrigo Rebouças (em obra atualmente) custa R$ 10,00. Levando sua barraca, o custo por pessoa é de R$ 6,00. Valores de setembro 2014. O tempo estimado da caminhada até a base das Prateleiras é de 4 horas e até o cume de 6 horas.

trilha larga e bem exposta

Trilha ampla e bem exposta ao sol. Você pode optar por não caminhar o pedaço (3km) que leva até o abrigo Rebouças, mas o piso sugere o uso de um 4x4. Pode deixar seu carro no Abrigo Rebouças. Essa economia de 6 kms no final de um dia de sol, é de grande valia.

Nascento do Rio Campo Belo Nascento do Rio Campo Belo

Este delicado fluxo de água acima é a nascento do rio Campo Belo, a 2350m de altitude, é um dos principais rios do PNI, que deságua no rio Paraíba do Sul.

O Abrigo Rebouças é o último ponto de apoio antes das principais trilhas. Conta com banheiros, água para  reabastecimento dos cantis, área para camping, uma deliciosa represa para banho e a casa principal, onde se pode pernoitar (em obras no momento).

Neste ponto são iniciadas as trilhas para as Agulhas Negras, para as Prateleiras, para a Cachoeira do Aiuruoca e para a Travessia da Serra Negra.

Mais adiante, vemos a Cachoeira das Flores, um convite ao mergulho no retorno do passeio.

Cachoeira das Flores

Clássica Foto do Grupo

Um pouco da flora que encontramos pelo caminho. De acordo com nosso guia, a paisagem fica repleta de flores, na passagem de outubro para o mês de novembro.

Ao fundo, nosso objetivo. O cume das Prateleiras.

Em se procurando tudo se acha, aí vão as curiosas formas de pedra que fomos encontrando pelo caminho.

tartaruga tartaruga sorrindo

poltrona

A seguir, alguns belos registros feitos durante a subida final.

 

Foto do cume com os amigos alemães.

O cume conta com livro de visitantes. Vale uma olhada para ver a origem dos turistas que visitam as Prateleiras. Recomendamos a consulta ao site do guia Levy. Durante toda a trilha foi muito profissional, adotando todas as técnicas de segurança previstas. Sempre disposto a estimular o participante a ir adiante e enfrentar as dificuldades do terreno. Pensando em visitar a região, considere contratar um guia. Isso vai lhe deixar a vontade para aproveitar o lugar, as belezas naturais e obter todas as informações do atrativo. E com segurança. Este guia é membro do grupo Anjos da Montanha que atua na área de Itatiaia, no resgate de pessoas e na proteção das belezas naturais do parque.

  Guia  Levy

À noite, fomos celebrar com os amigos Reginaldo e esposa, que tão gentilmente nos receberam em sua casa. Fica nosso sincero agradecimento.

A seguir um breve filme com detalhes da trilha e da escalaminhada até o cume das Prateleiras.

separador

Para obter as coordenadas geográficas, mapeadas durante o passeio, baixe o arquivo .kmz a seguir, para uso no Google Earth. prateleiras-PNI.kmz

retornar ao índice principal

.

0 comentários:

BlogBlogs.Com.Br