sábado, 4 de fevereiro de 2012

Cachoeira do Garrafão – Serra dos Órgãos - Guapimirim

Esta cachoeira fica preservada de uma visitação maior, por conta de estar sempre a meio caminho. Se você está subindo para Teresópolis, vai passar pelo Garrafão direto, porque seu objetivo é mais acima. Se está retornando ao Rio, vai passar direto também, porque já está voltando para casa.

Além disso, pouco ou quase nada se fala dela e quando isso acontece, não são fornecidas dicas de como chegar. Até entendo o porque?

queda

Vamos consertar isso. Na curva do Garrafão, você vai verificar a entrada para o bairro de mesmo nome. Se estiver subindo, o acesso é direto. Se estiver descendo a serra, siga até o posto de gasolina, e faça o retorno para não correr riscos desnecessários. Assim que atravessar a pequena pista de acesso, verá várias residências, plantadas na serra dos Órgãos. A primeira opção de trajeto é para a direita, descendo a via. Desça uns 500 metros e aproveite para deixar seu carro próximo ao bar do lado esquerdo. A via é bem estreita, portanto preocupe-se em encostar bem seu veículo, engrenar e, se julgar necessário, coloque um calço na roda.

vista aerea

Pegue suas coisas, incluindo roupa de banho, mochila, água e câmera. Continue descendo a via a pé, até encontrar a entrada da trilha bem marcada a sua esquerda.

ducha

Serão 20 minutos de trilha bem suave, até avistar a cachoeira. Aproveite. Traga de volta tudo que levou. Não custa lembrar.

-------------------------

Dias depois retornei a Cachoeira do Garrafão para fazer um Cascading, Canionismo ou Cachoeirismo, enfim, com minha mulher e alguns amigos.  A paz do lugar, a generosa queda com grau de dificuldade moderada, o sol, a temperatura da água e o clima da serra dos Órgãos formavam o ambiente ideal.

Os grampos instalados no alto direito da queda estão sem condições de uso. Foram amassados. Me pareceu vandalismo. Portanto, a solução foi usar a natureza, bem generosa em recursos (pedras, árvores e raízes).

Aqui faço um parênteses. A avaliação da qualidade de um ponto para ancoragem natural demanda experiência. A decisão de como e onde fazer o back-up deste ponto, requer mais experiência ainda. Preservar e respeitar a natureza, evitando que qualquer dano seja imposto ao ambiente, requer material adequado e conhecimento. Chegar e sair sem deixar rastros, com a alma e o corpo lavados.  Cerque-se das pessoas certas, habilitadas para atividades de risco, que exigem técnica e equipamento adequado e seja feliz. Este é o plano. Não existe plano B!!!

Em Teresópolis, procure o CET-Centro Excursionista Teresopolitano, para viver experiências seguras e inesquecíveis.

Cascading Garrafao01

Cascading Garrafao02

Cascading Garrafao03

Coordenadas marcadas: Google Earth

retornar ao índice principal

3 comentários:

Roberto Rodrigues Costa disse... [resposta]

Paiva! Esse lugar é um paraíso! Não vejo a hora de passar em um concurso desses que estou fazendo para poder descansar e visitar esses lugares. Vou colocar o turislogia em baixo do braço e preparar o cartão de crédito para o OfertaRadical... rsrsrs

Gilson Machado de Abreu - O Lingua de Trapo disse... [resposta]

Valeu, Bela Matéria!

Mas vou pedir um favor. Tenho um trabalho imenso tentando desenvolver dilvulgar o turismo em Guapimirim. a Cachoeira do Garrafão fica em Guapimirim. Por favor retifiquem isso.
Obrigado.

Carlos Roberto Paiva disse... [resposta]

@Gilson Machado de Abreu - O Lingua de Trapo Muito bem colocado Gilson. Já está corrigido. Abs

BlogBlogs.Com.Br