sexta-feira, 30 de julho de 2010

Paraty - entre serra e mar

Desta vez optamos por ficar na serra. Escolhemos uma pousada na estrada que leva até Cunha. O acesso foi todo feito em asfalto. No km 10,5, chegamos a Pousada Terras Altas de Paraty. Foi uma escolha bem acertada. Ficamos num chalé completo, com quarto, cozinha e banheiro, muito bem aparelhados, lareira que funciona e varanda lançada por sobre pedras, com vista ampla para toda a serra da Bocaina e a cidade de Paraty, colada ao mar. A pousada ainda oferece café da manhã servido no quarto, sauna a vapor e piscina com hidro massagem externas. A integração com a mata e a natureza é o ponto forte das instalações. Pagamos R$ 200,00 o casal, entrando no Sábado (11:00) e saindo na Segunda (11:00). Vejam mais detalhes no link da pousada, no fim deste post.
O atendimento no local é feito pelo Jelson, muito atencioso e preocupado com qualquer de nossas demandas.





Ainda no Sábado, aproveitando o improvável dia de sol do mês de agosto, saimos a pé descendo a estrada por 3,5 kms. Nosso objetivo era a Cachoeira do Tobogã e o Poço do Tarzã, com acesso pelo complexo turístico do Caminho do Ouro – km 8 Estrada Paraty-Cunha. Fizemos a famosa foto da Igreja de Nossa Senhora da Penha, e seguimos direto para as quedas d´água, incentivados pelo calor da caminhada ladeira abaixo.











Em se falando da Cachoeira do Tobogã, nada melhor que fazer um filme, para que a noção seja mais precisa. Mesmo assim, aí vai a foto e o filme da descida direto para água gelada. Com a ajuda dos surfistas de pedra locais, pode-se conseguir um bom impulso inicial, para obter um pouco mais de emoção.



Resolvida a questão da água gelada, subimos em direção ao Poço do Tarzã, que é acessado através de uma ponte móvel, muito agradável e bem mole. Outro belo poço para mergulhos.


Depois da água gelada, nada melhor que visitar  o alambique da cachaça Engenho D´Ouro, logo do outro lado da rua. O Processo de moagem da cana ainda é feito na roda d´água, movida pela água que serve as cachoeiras que visitamos. Depois de algumas provas, escolhemos o melhor paladar e fechamos negócio.


Com nossa garrafa de cachaça embaixo do braço, subimos para o restaurante Engenho D´Ouro, para saborear a famosa Galinha Caipira, em suas diversas formas (vide cardápio). Estas receitas estiveram recentemente em destaque na cozinha da Ana Maria Braga.

A noite fria foi temperada com o calor da lareira, um bom vinho, petiscos, céu estrelado e todos os barulhos silenciosos da mata.

O Domingo de sol foi programado para um passeio de lancha rápida por todas as ilhas da baía de Paraty. Fugimos do tradicional passeio de Escuna, lerdo e limitado. Pagando R$60,00 por pessoa, contratamos na Paraty Boat um bote para até 6 pessoas. Link no final deste post, para contratar direto com eles.


O comandante Andres (um argentino muito sangue bom) e a sua esposa Gracia (pura simpatia) nos levaram com exclusividade para conhecer as ilhas que as escunas não mostram. Deslizando pelas águas da baía, mergulhamos, alimentamos peixes, visitamos praias exclusivas, exploramos grutas na maré baixa e almoçamos no restaurante Paixão do Vivinho no Saco da Velha.
Sem identificar local aí vão alguns pontos de mar e costa únicos

A direita Casa de Amyr Klink na praia de Jurumirim
Desta enseada, partiram e chegaram os barcos que este incrível navegador usou em suas expedições. Vale a pena ler seus livros.

A virada do tempo determinou nossa volta a Paraty. Nos despedimos de nossos anfitrões e retornamos a pousada para mais uma noite fria, com lareira, sauna, petiscos e bom vinho.

A segunda-feira amanheceu chuvosa e fria. Fechamos nossa hospedagem e saimos para retornar ao Rio, passando antes no Atelier do Jorge, pouco acima da pousada.

No retorno ao Rio, passamos por infinitas obras de contenção de encosta pela Rio Santos. Passando por Mangaratiba, fomos brindados pela Cachoeira do Itimirim, muito mais para um deslizamento de terra que para uma cachoeira natural.

Vai a Paraty? Veja o tempo agora na região.


Mais um pouco de Paraty, nos post´s mais antigos - Clique aqui

Links comentados neste post.

0 comentários:

BlogBlogs.Com.Br