segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Porto de Galinhas - Recife 2009


Mais uma viagem pinga-fogo, com o passaporte da Azul Linhas Aéreas. Rio-Recife-Rio, 24 e 25/10.


Chegando a Recife já no final da manhã, alugamos um carro basicão 1.0 na Unidas (R$ 59,00 com km livre) e partimos para os 60 km que nos separavam de Porto de Galinhas. Pouco antes de chegar, entramos para Muro Alto, e conhecemos a praia de mesmo nome. Pode-se dizer que é daquelas praias com piscina natural, protegida por arrecifes, de água morna, com uma mesinha para você comer um bom peixe e tomar seus drinks.
 









Ao mergulhar, não vimos muita coisa, exceto o triste fato de que nos arrecifes os corais não tinham vida praticamente.  Peixinhos muitos, principalmente os Sargentos.
Depois desta abertura, seguimos para Porto de Galinhas, mais alguns quilômetros adiante, onde nos hospedamos na Pousada Pedras do Porto (R$ 80,00 com café e ar). Largamos o carro e seguimos a pé em direção a praia, para conhecer o lugar e suas belezas. Circulamos por toda a faixa de praia e pelas ruas do lugar. Um final de tarde muito agradável, com um bonito por do sol. O clima que encontramos pelas ruas de Porto de Galinhas foi muito receptivo. As lojas e restaurantes muito bem ambientados, com cuidados arquitetônicos pensados para não entupir os espaços. Muito artesanato inteligente. Decidimos por comer alguma coisa leve e dormir cedo, para começar o dia conhecendo a Praia dos Carneiros, no Município de Tamandaré.
Após o bom café da manhã na Pousada, seguimos para Tamandaré, 50 km mais ao sul. Pergunta daqui, pergunta dali, conseguimos chegar com dois pequenos erros. Entramos para a praia dos Carneiros pelo acesso do Quiosque do Pescador (guarda-sol verde na estrada). Fomos bem recebidos, com uma estrutura de restaurante e bar muito bons. Sentamos em frente a belíssima praia com tonais de verde incríveis. Só ao vivo. Nem foto consegue representá-los.
 









Fomos logo sondados  para fazer um passeio de barco pelas piscinas naturais, pelo banco de areia e pelo Rio Formoso, passando pela praia de argila. O valor começou com R$ 50,00 por pessoa. Terminamos em R$ 15,00 cada.
Dica: Procure os barcos dos locais, que fazem um trabalho até melhor que as lanchas pequenas. Nós fizemos o passeio com o Luciano.
Os corais nesta praia estão bem vivos e a vida marinha é bem intensa. Lembre de levar seus chinelos. Dê preferência aqueles que prendem no pé. Muitos ouriços no caminho. Um pãozinho para alimentar os peixes e fazer boas fotos. Máscara e respirador melhor ter o seu, pra não ficar lambendo saliva dos outros. O tempo é medido pelo seu interesse nas paradas. Nosso passeio levou quase 2 horas.
Retornamos ao quiosque do Pescador. Tomamos mais uma cerveja e decidimos voltar a Porto de Galinhas para fazer o passeio de balsa até as piscinas naturais.
 









Pagando R$ 10,00 cada, embarcamos e fomos mergulhar nas piscinas a 400 metros da praia. A maré estava baixa, começando a subir. Com um pouco de ração fornecida pelo pescador, brincamos com os peixes, na sua maioria os Sargentos (amarelos rajados), muito simpáticos e famintos.
Já um pouco mal humorados com a fome, decidimos que era hora e fomos ao BarCaxeira, comer a Macaxeira Gratinada com Carne Seca indicada por muitos, e um arroz de brócolis.
 









Foi destrutivo de bom. Depois de um dia de sol e mar, ficamos arrasados. Não deu para mais nada. Hora de tirar uma soneca. E preparar o retorno para o aeroporto de Recife. O pinga-fogo tinha retorno previsto para as 24:00 de Domingo, e ainda tínhamos que devolver o carro alugado. Melhor estar descansado para dirigir. A estrada está com muitas obras e mal sinalizada.
O destaque desta viagem foi, com certeza, a Praia de Carneiros.
.

0 comentários:

BlogBlogs.Com.Br